No sorriso de Dona Lourdes, há uma relação mística com sua filha

 

O Césio 137 foi o maior desastre radiológico do mundo. Em 1987, Goiânia passou pelo terror do encantador pó azul, aparentemente inofensivo. Um pó que dizimou vidas. Dona Lourdes das Neves, uma das protagonistas do acidente, sobreviveu. Sobrevive. Mãe da menina que tornou-se símbolo da tragédia Césio 137, vive sozinha no bairro Cidade Satélite em Aparecida de Goiânia. Ela teve sua vida mudada radicalmente após a tragédia com o césio 137, e hoje busca forças na fé para prosseguir. Lourdes tem uma relação mística com sua filha, Leide das Neves.

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAPRENDER POR PAIXÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here